domingo, 9 de novembro de 2008

Caldeirão de Emoções!


Estava aqui pensando qual seria o melhor título para essa postagem; opções não faltam: " Bacalhau é peixe grande", " São Rafael", "Jonílson guerreiro", " Falei que eu era mais o Odvan", " Segunda é o C.....","mas vivos que nunca" "Kléber quem?". Fiquei com uma que resume tudo o que foi esse jogo, tanto pra mim, quanto para os demais Vascaínos que pingavam das arquibancadas: Caldeirão de Emoções!
A semana foi tensa pra mim, pois tinha que ver meu Vascão, mas sabia que os ingressos estavam esgotando. Eis que estala uma grande idéia. Há um tempo tive um professor de matemática chamado Pedro Campião, "The Champion" para os amigos. Então, acontece que não era um aluno lá tão aplicado na sua matéria, mas ganhei sua simpatia quando descobriu que a mesma paixão que lhe arrebata o coração, arrebata o meu também: O Vasco Da Gama. Em minhas várias conversas com The Champion, ele revelou-me ser Consul de cabo verde e, portanto, com acesso livre a São Januário. Voltei a minha antiga escola onde ele leciona e perguntei se ele poderia me arrumar algum ingresso, ele prontamente respondeu que sim, bastando apenas que eu ligasse para ele quando chegasse ao Rio. Chegando lá, "The Champion" me colocou pra dentro nas socias de São Januário, lugar onde eu nunca havia estado. Mal sabe ele que me proporcionou certamente a maior emoção da minha vida em São Januário, pois pude ver finalmente, a Sala de troféus da colina. Eu parecia um criança na "terra dos doces", tamanha minha alegria de estar naquela sala. Não aguentei, tive que beijar a taça do sul-americano levantada por Bellini há 50 anos no Chile. Prontamente levei, pra ficar no popular, um tremendo de um esporro do funcionário, o melhor esporro de toda minha vida.Agora falemos do jogo em si.
E pra você, existe goleada de 1 a 0? Para quem esteve neste sábado na colina sim, existe. Foi um 1 a 0 com sabor de cinco. O jogo num foi lá muito bom, mas a garra, que tem marcado essa subida de produção do Vasco, foi determinante para conseguirmos esse grandioso resultado. E quando se fala em garra, fala-se principalmente de Jonílson. Tinha bola, tinha Jonílson. Tinha santista livre, tinha Jonílson na cobertura.Um verdadeiro leão dentro do gramado, que foi presenteado e nos presenteou com o pênalti sofrido. Se o jogo já estava tenso, quando Edmundo pegou a bola pra bater, ficou mais ainda. Mas o Ed, e sempre digo isso, é como um filho pra todo Vascaíno. Pode perder quantos penaltis quiser, fazer a besteira que for, e continuará sendo incodicionalmente amado por nós.Pode perder penaltis, mas por favor ED, esse não.....esse não.. GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL. Explosão na colina, nunca foi tão conveniente a frase de Cyro Aranha: "Enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal". E tinham muitos, velhos viraram meninos. Um senhor já com seus 50 e tantos carnavais, que segurava uma menina pequenina no colo, chorava copiosamente do meu lado. Sua filhinha(ou netinha), não entendia e o consolava. Ela entenderá no futuro que seu pai lhe deixou um grande legado, que é essa paixão pelo Clube da democracia. Um pequeno parenteses para o número de crianças que pude ver hoje na colina. Como é bom saber que essa paixão, que atravessou os séculos, consegue penetrar nos mais jovens corações e fazer deles seguidores da portentosa Cruz de Malta.

Fizemos o gol e recuamos. Eita sufoco danado!
Tenho certeza que se meu coração tivesse boca estaria gritando assim como eu: ACABA JOGO!!!!
Mas o jogo teimava em cumprir seus 45 minutos. E era bola com santos, e era meu coração saindo pela boca. Era bola com Santos ,e era eu com princípio de Infarto. As unhas já não eram suficientes e sobrou pra bandeirola que foi-me entregue ao entrar no Estádio. Rafael!!! meu deus que defesa foi essa rapaz! Bom e barato, sem o marketing de batedor de faltas mas que quando exigido, sempre corresponde. Outro que correspondeu a altura a missão que lhe foi dada, foi o Odvan. O tal de kléber não foi páreo pro negão. E foi nessa, meu coração querendo fugir do peito e o juiz se divertindo com meu sofrimento dando cinco minutos de acréssimos. Finaaaaaaaal!!!!
Graças a deus acabou e nós vencemos. Aplausos e gritos ecoaram pelas arquibancadas. Rostos aliviados aos montes deixavam a colina gritando a plenos pulmões: "Vasco olê oLê Olê".
Cozinhamos o peixe no caldeirão, um caldeirão de emoções!!!!

14 comentários:

  1. É Almirante!!!!Realmente o nosso Caldeirão cozinhou o Peixe ontem!!!!Ah!!pode deixar que eu não irei mais ver os jogos do Vasco,vou ter que me segurar na quarta pra não ver o jogo do Vasco,ja que vai ser o único do meio de semana!!!!Mas o pior mesmo foi eu tentando estudar enquanto o jogo rolava,tentando lá com todas as minhas forças não pensar no jogo e sim em ácidos,bases e sais.Até que meu Pai liga e diz:Pênalti pro Vasco!!!!
    Meu coração batia acelerado e ele dizia:Ah!!! é Edmundo!!!
    e eu:Não!!!!!
    Foi quando ele realmente quis me matar do coração narrando o pênalti:La vai Edmundo,ajeitou a bola na marca,está tomando distância,tomou distância,autorizado,partiu...
    Foi quando o telefone deu um paw e eu não escutei nada.Pronto,pensei que ele tinha perdido e o Caldeirão esfriado,mas ae o telefone voltou ao normal e consegui ouvir o grito da galera:Vaaaaaasco,Ah! é Edmundo!!!E meu Pai gritando:C.....,P....,V.. T... n.. c..!!!!!Segunda é o C......!!!!
    É,parece que todos nós temos o mesmo pensamento:Segunda é o C.....!!!
    Falows!!!

    Saudações Vascaínas!!!!

    ResponderExcluir
  2. Belo jogo e bela vitória!
    Vasco mereceu!!!!

    Lindo o Blog
    BjO**

    ResponderExcluir
  3. O Edmundo um é show mesmo. Ele pode ser um "meio maluco emocional". Mas quem quer saber de razão quando a emoção é que nos faz viver! VIVA EDMUNDO!

    ResponderExcluir
  4. Ps.: Gostei muito do Blog do Almirante. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Cara, eu estava lá e senti uma emoção linda e contagiante! Fui fazer a cobertura pela Rádio Flu AM 540 , onde tenho programa as segundas a partir da 21 hs, o Maldita Futebol Clube.Escuta lá...hoje tem...show de bola o blog irmão virei com certeza mais vezes aqui, para acessar o meu basta ir na pagina do supervasco.com e clicar no banner do maldita abraços, leandro

    ResponderExcluir
  6. E o Vasco vai se fortalecendo em busca da recuperação. Boa vitória em cima do peixe.

    Abraços e...

    Saudações Celestes

    SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
    Sou Cruzeirense - Site
    Sou Cruzeirense – Blog
    ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

    ResponderExcluir
  7. E o Vasco vai se fortalecendo em busca da recuperação. Boa vitória em cima do peixe.

    Abraços e...

    Saudações Celestes

    SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
    Sou Cruzeirense - Site
    Sou Cruzeirense – Blog
    ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

    ResponderExcluir
  8. O Edmundo boora as calças toda quando tem penalti prá bater. Mas como tem o maior salário do clube tem o dever de bater todos. Surpreendentemente dessa vez ele marcou o gol. Confesso que comemorei a vitória vascaína,prá tristeza do Eurico Miranda.

    Quanto á visita na sala de troféus do Vaco da Gama...eu,se tivesse a oportunidade de entrar lá quabraria qualquer troféu que fizesse alusaão ao Campeonato Brasileiro de 1974. Aquela safadeza do Armando Marques não merece meu respeito.

    (Visite sempre o 1982 Esporte Clube)

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  9. garanto que deu um frio na barriga quando o juizão marcou o penalti e o Edmundo pegou a bola pra cobrar....mas que bom que ele converteu, espero que o Vasco não entre mais na zona do rebaixamento..

    abraço!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Mas então. O ed nunca peca por omissão!!! E mesmo que perca penaltis a rodo, será sempre amado por nós Vascaínos como eu disse.

    Em 74 acontece uma coisa bem estranha, mas os jogadores sequer comemoram pois o lance e sabe-se lá o porque realmente, foi anulado antes mesmo do cruzamento acontecer!

    ResponderExcluir
  12. quantas emoções, cara.
    Um dia inesquecível para todos os mais de 20.000 vascaínos presentes. A torcida não parou um minuto de cantar e vou levar essa recordação para o resto da vida.
    Abração e sds vascaínas!

    ResponderExcluir
  13. Boooa irmão!!!
    o sentimento nao pode parar! domingo que vem será o coração na ponta da chuteira, se Deus quizer iremos ganhar dos bambis e sair de vez dessa situação!
    vasco e amor vasco e paixao vasco da gama pra mim e religião!!!

    /+/

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas