sábado, 15 de novembro de 2008

Com a Força da camisa


Secar definitivamente não esta sendo um expediente que esteja funcionando para o nosso lado. Num sei o que acontece, mas parece que todos os times da ponta de baixo resolveram acordar e começaram a vencer seus jogos. Só nos resta seguir a mesma linha e ganharmos também os que nos restam. Nesse sábado, no jogo dos deseperados, o Fluminense conseguiu importante vitória sobre a Portuguesa, que fez o time dar uma respirada mais aliviada na tabela. O Náutico encaçapou o Cruzeiro nos Aflitos, e chegou aos mesmos 40 pontos do tricolor das laranjeiras, empurrando-nos para a guilhotina.

O Cruzeiro também hein, vou te contar, eta time inconstante! Tanto o Timbú, quanto o Fluminense, fizeram suas lições de casa, temos de fazer a nossa também.

A próxima lição será das mais difíceis, vai ser tipo uma Função logarítimica bi-quadrática raiz de pi, mas nada que o nosso afinco não consiga resolver. Ele tem de resolver. Temos de ter em mente o que o nosso volante Jonílson disse em entrevista:" O São Paulo não é um bicho de 7 cabeças." E não é mesmo! Quando os jogadores entrarem em campo, serão 11 contra 11, onde de um lado tem uma camisa do São Paulo pesadíssima e no Outro uma do Vasco igualmente pesada. Não importa que no papel os 11 deles sejam melhores; Futebol é dentro das 4 linhas, além de ser um esporte onde o mais fraco tem prefeitas condições de vencer, ainda mais contando com o apoio de uma legião de apaixonados, que prometem transformar São januário num imenso caldeirão. Certamente eu farei parte da mistura, serei uma das milhares de vozes que empurrarão o gigante da colina para a vitória, na confiança plena de que ela virá. E se os fatos dizem o contrário, parafraseando o grande Nelson Rodrigues: Pior para os fatos.


Que os jogadores no próximo domingo então, vistam a camisa e encorporem os vários craques que tiveram a honra de marcar sua história no melhor clube do mundo.Que o goleiro tenha o coração de barbosa ou Germano, que nossos zagueiros tenham a seriedade e consciência de Mauro galvão, a galhardia do Belini. Que os meias se inspirem na eficiencia de um Geovani, na elegância e categoria de Danilo Alvim, que os atacantes sejam guerreiros e goleadores como Roberto ou como Ademir, e que o Edmundo, bom que seja o Edmundo.Vamos Vascão! Mesmo que a camisa tenha que jogar sozinha com a força da Cruz gloriosa que lhe cobre o peito.


Eu acredito no Vascão!

O sentimento não para!!!!

4 comentários:

  1. Duvido que o Vasco caia, mas eu tenho que admitir que torço e sempre vou torcer contra o traíra Renato Gaúcho!!! Seja onde ele estiver estarei lá para secá-lo!!!rs!

    O Roberto Dinamite tem tudo pra fazer um bom trabalho!

    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Insisto: torço pela permanência do Vasco na 1° divisão. Sorte diferente,seria uma vitória pessoal do Eurico Miranda; apesar de saber que os motivos dos torcedore vascainos vão muito além.

    (Deixo o convite para uma visita ao meu blog: o 1982 Esporte Clube)

    Ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  3. DESCUPE A DEMORA MAS ESTOU AQUI PARA AGRADECER PELA MENSAGEM
    DE ANIVERSARIO UM ABRAÇÃO DE SEU AMIGO MARCELO

    ResponderExcluir
  4. O Vasco tem uma tarefa duríssima na próxima rodada. E vai decidir uma parte muito importante do Campeonato: ou o São Paulo perde, de maneira inesperada, o título, ou um gigante do futebol brasileiro pode ficar muito próximo de cair pela primeira vez.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas