sábado, 22 de novembro de 2008

O DIA QUE ME TORNEI MAIS VASCO!!!!!


Daqui a mais ou menos 24 horas, serei parte dos 20 e tantos mil fiéis Cruzmaltinos que estarão empurrando o time da colina "in loco", para a grande vitória que, se deus quiser virá. Lugar de vascaíno com "V" maiúsculo, como o amigo Anderson firmino sempre se refere aos verdadeiros apaixonados pelo clube da democracia, é em São Januário, gritando e vibrando junto com nossos guerreiros da cruz de malta. A apreensão que toma conta de mim, desde o início da semana, esta aumentando minuto a minuto. É uma apreensão grande, mas longe de ser um medo. Estou ansioso para estar logo na minha amada casa, junto com meus companheiros fiés de arquibancada, minha segunda família. Quero ver logo o meu Vascão guerreiro em campo, quero ver luzir a Cruz de Malta sobre o tapete verde da colina sagrada, quero ouvir a galera enlouquecida gritando "Vasco!!!!"

Ah! não existe lugar como São Januário....


Já falei bastante do jogo ao longo da semana, usarei esse espaço para falar do sentimento Vascaíno, essa coisa latente que mexe conosco e nos leva a acreditar até o fim, mesmo que tudo conspire contra nós.

Estava lendo a revista que meu grande amigo Vascaíno Marcelo me emprestou. É uma série especial do jornal Lance sobre os grandes clubes, e como não podia faltar, uma edição que trata exclusimente do nosso Vasco. Grande parte do que estava escrito ali eu já sabia. Fala sobre a fundação e a história do Nosso amado clube. Conta como rompemos diversas barreiras e preconceitos, como quebramos as regras socias do jogo e desafiamos a elite naquele Rio de janeiro aristocrático da década de 20. Mostra como os bravos "camisas pretas", na sua maioria operários, negros e analfabetos, ergueu o Nome do Vasco ao lugar mais alto desbancando os "almofadinhas" dos outros clubes. A história passa pela década de 30, com Fausto, " a maravilha negra", e Domingos da guia,"o Divino mestre", sobrando em campo, e novamente elevando o nome clube do povo.Chegamos a década de quarenta, onde montamos um dos maiores esquadrões de todos os tempos e conquistamos tudo aquilo que se tinha pra conquistar- com Barbosa, Ademir, Lelé, ismael, Chico,Isaias,Friaça,Jorge, Augusto, Ely do Amparo, Bellini, Maneca, o "Príncipe" Danilo e outros craques. Chegamos a era Roberto na década de 70. O garoto dinamite levou o Clube da colina ao primeiro título Brasileiro da nossa história em 74. Ná década de 80 nasce para futebol, e logo onde, no Vasco, berço dos grandes craques brasileiros, um baixinho endiabrado, que ao lado de Roberto nos conduz as pricipais vitórias da década. Em 90, e essa parte não é preciso ler nem assistir teipes, basta apenas que eu feche meus olhos, volte aos meus 10 anos, e lembre dos gols de Edmundo, os vários gols. Lembro de Mauro galvão, que dado como acabado, vestiu a braçadeira e ensinou como ganhar títulos a mulecada Vascaína. Chegando a ultima frase dessa bela edição, que diz: "O orgulho de ser o Melhor"- fechei a revista emocionado, extasiado e, por incrível que pareça, me tornei mais Vasco.Senti mais orgulho ainda de ter sido escolhido pela sagrada cruz como mais um de seus seguidores.


Tive a certeza que amanhã, aconteça o que acontecer, estarei lá, para viver ou morrer eternamente abraçado ao Vasco.

2 comentários:

  1. O sentimento do verdadeiro Vascaíno é esse!!!!!
    Vamos juntos,na vitória ou na derrota,na alegria ou na tristeza,na dor e tbm no sofrimento,pq isso é ser VASCO!!!!!

    Saudações Vascaínas!!!!

    ResponderExcluir
  2. Quem não é vascaíno não sabe o que torcer pra um time de futebol! Mas até que é divertido ficar procurando saber sobre os clubes desses campeonatos! Um detalhe que eu não pús por achar desnecessário foi que o Stabaek, campeão noruegues, veio no Brasil jogar contra o Botafogo e perdeu no início do ano na pré-temporada! UAHUHAuHAuHAuhUAH.. e além disso esse time subiu ano retrasado da segundona norueguesa!

    Vou falar com a Juh sim. Acredito que seja a mesma pessoa, que outra boa professora de biologia se chama valéria numa cidade pequena!? AuHAUhUAhUHAuHAuHAuhUAHUHA

    E é hooooje kra.. o Vasco tá lá com o bocão aberto esperando o São Paulo em São Januh, só esperando pra papar esses bambis!

    Abraços,
    Marcelo Studart
    http://bolasnaarea.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas