sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

O que nos traz de presente bom Velinho???


Para começo de conversa, gostaria de desejar a todos um próspero 2009 e , ainda que atrasado, espero que todos tenham passado bem o natal, na medida do possível.Devido a proximidade do fim do ano, e as festas e tudo mais,bem como a atolação que isso causa em todos nós, não venho atualizando diariamete meu blog, como costumeiramente faço. Menos mal que as notícias recentes do nosso gigante, pouco atualizaram-se, e quando o fizeram, não demandaram destaques maiores.


Papai noel nos deixou uma surpresinha na bota do gigante nesse natal, aliás, dois. A julgar pela procedência, paraguaia, não foi uma boa pedida. Corremos o risco de termos pegado produto falsificado.Ironias à parte, gostei dessa pedida sim, desde que o futebol me venha original, pois o paraguai é um país em franca ascenção no cenário futebolistíco mundial e uma realidade na América do Sul. Pedro Vera e miltono Benítez podem vir a contribuir para a formação desse time e sua futura, e certa, ascenção á elite em 2010. Um dos dois volantes vai jogar bola, num é possível que não seja assim. Os jogadores sul americanos, exceto, talvez, os brasileiros em sua grande maioria, são jogadores naturalmente aguerridos e vigorosos, esperamos que Vera e benítez confirmem as expectativas dentro dos gramados tupiniquins e deem seu máximo para esse clube, que segundo os mesmos, "é muito grande e com uma torcida fantástica". Mas calma meus amigos da cruz-de-malta, os gringos, tal qual os demais contratados, são pontos de interrogação ainda. Jogadores jovens que jogavam seu futebol em timinhos de quinta lá do Paraguai. Pedro Vera e Milton benitez, ou como queira, "Pontos de interrogaciones".


Outro marinheiro se apresentou a nau nessa quinta feira 26 de dezembro. Seu nome: Fágner.Sua idade: 19 anos. Mais uma daquelas promessas que mal calçam as chuteiras aqui no brasil e já debandam para o exterior. O Menino Fágner, que surgiu como promessa na base do Corinthians, e teve passagens pela seleção brasileira sub 20, onde, aliás, venceu o campeonato sul-americano da categoria, é o mais novo contratado, e oficializado, para evergar a cruz de malta no 2009 da reconstrução. O jovem lateral troca o PSV da holanda, pela a chance de sua carreira vestindo a camisa do Vasco, ou, pela falta que sente do feijão. Das duas uma.


Pelo que voce pôde notar, as notícias não foram muito destacadas, e prometem seguir desse jeito mesmo. Pois segundo o Mandarino, não haverá reforços de renome, o que, por sinal, foi uma das bandeiras de campanha da atual diretoria e que ficou, como parece, apenas na promessa. Mas daremos um voto de confiança, afinal esses nomes foram indicados pelo nosso aclamado técnico Dorival Jr, que todos nós depositamos muita confiança, e certamente sabe o que está fazendo. Mas nem só de contratações/apostas vive o Vasco. Notícia boa também chega vez por outra. Nadson pode pintar no pedaço e esse sim é mais que uma aposta. E a segunda divisão, se é uma desonra, pelo menos nos deu uma ajudada. O Tal do Jaílton disse que a segunda divisão pesou na sua opção pelo Fluminense ao invés do Vasco. Que beleza.!!!!



O sentimento nunca para!!!!!



sábado, 20 de dezembro de 2008

Reforços??? não, nomes.


Siga o Raciocínio.


Reforços, o que são reforços? Reforço é todo aquele jogador que chega a um time não para compor, não para ser mais um no elenco, e sim, para ajudar de forma singnificante uma equipe, de modo a reforça-la e melhorar o nível das apresentações da mesma. Chegamos a seguinte questão então: Nós contratamos algum reforço? Por enquanto não sabemos. Por enquanto o que existem são nomes, apenas nomes. Confesso que não faço idéia da esmagadora maioria, aliás, apenas tenho uma referência concreta do Paulo Sérgio, que por sinal sabe cruzar, algo que o Wagner Diniz nunca aprendeu a fazer. Vamos aos nomes então.


Jéferson, Enrico, Titi, fernandinho, Fágner. Minha análise é a mesma para todos esses jogadores aí: ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????


Muitas dúvidas e nehuma resposta. Não que eu esteja agorando ou torcendo contra esses jogadores, afinal são eles que carregarão meu coração na ponta de suas chuteiras ano que vem.Mas sinceramente não sei do que serão capazes, tomara que sejam capazes de me fazer feliz. O lado positivo do aparente, ou nem tanto assim, desconhecimento desses atletas existe. São todos muito jovens, alguns até, do alto dos meus 20 anos, posso chamar de "pirralho". Jovens que, sobretudo, procuram seu espaço no competitivo mundo do Futebol brasileiro e terão a provação de ajudar um dos maiores times do país, quissá o maior por sua história incomparável, a se reerguer.


Existem também outros nomes pipocando por aí, como havia dito no post abaixo. Especulações.

A melhor que surgiu nos últimos dias, para mim, foi Molina. Mas a concorrência de São Paulo e Cruzeiro, devem melar nosso negócio.Tem também o atacante Felipe do Náutico, uma peça de valor diga-se. Mandarino, o novo chefão do Futebol Vascaíno, tenta ainda em 2008, trazer um nome de peso, é esperar pra ver. Velhos conhecidos andam sendo cogitados, caso de Léo Lima. Tenho pra mim que o Léo Lima até tinha o seu "futebolzinho", ma em um toque genial de letra na final de 2003, creio que o tenha gastado quase todo, senão todo. Láo Lima era e ainda é, daquele tipo de jogadores que mais existem por aí. Jovens com talento, que creem ter muito mais futebol do que realmente têm, e que são capazes de lances de extrema astúcia e habilidade ao passo que no mesmo jogo tem a capacidade de chutar a bola pra fora do estádio, como o Léo tantas vezes tentou fazer quando jogava em São januário. Vamos esperar. Que bons nomes e não somente apostas, apresenten-se como marinheiros a caravela. E pro Jaílton( que só pode ser uma "porra"( o palavrão foi a melhor palavra em falta de uma que valha a indgnação) de uma brincadeira de péssimo gosto. Para ele o Almirante Grita: PREPAREM A PRANCHA POIS OS TUBARÕES ESTÃO COM FOME!!!!!!!



O SENTIMENTO NÃO PARA!!!!!!!

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Correr pra não ficar com a xepa!



Dorival jr, ou só Júnior, que era como o chamavam nas suas épocas de jogador, juntamente com a diretoria, elaborou uma lista com cerca de 30 nomes que gostaria de poder contar para a próxima temporada. A idéia da comissão e da diretoria é de ter pelo menos 5 nomes fortes para criar uma espécie de espinha dorsal do time. A idéia é a seguinte: 1 zagueiro, um lateral para cada ala, 1 meia de ligação e 1 atacante.


Alguns nomes pipocaram ao longo da semana, dentre eles: Os zagueiros Maurício,do coxa; o descabeçado Adré Luiz,ex botafogo;Deda, volante da macaca;Lúcio Flávio, que deve ir pro santos; Iarley, que esta sob contrato como goiás;Alan Bahia, do atlético paranaense- que eu tenho minha supeitas fortes que esse pode ser o primeiro bom reforço para o ano que vem-. Alguns nomes pipocaram e outros nomes "pipoqueiros", como Carlos Alberto "dedadinha", que não deve vir pois segundo informações pede muito dinheiro. C.A é mais um daqueles jogadores que creem jogar muito mais do que de fato jogam.


Novas baixas aconteceram também. Corro o risco de levar uma saraivada de críticas, mas defenderei meu ponto de vista mesmo assim. Lamento muitissimo a saída do Jonílson, ao meu ver a diretoria deveria ter aceitado as suas condições. Se tem um dos poucos nesse elenco que ainda salvavam era o Jonilson. Claro que ele não é nem um primor técnico e vira e mexe fazia das suas besteiras, mas era um jogador bastante útil. Um leão incansável na marcação. Quem a diretoria pretende colocar no seu lugar, a praga do Amaral????? Não, muito obrigado. emprestem esse cabeçudo de novo...aproveita e devolve o Diego também pra......pra sei lá, pra mãe dele....


O negócio é o seguinte...


O mercado não se apresenta com tantas opções assim e é bom o Vasco começar a se mexer...

Olho no mercado, atitude, ação, porque não podemos correr o risco de ficar com a xepa.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

VEM DORIVAL!!!!


Tudo indica que 2009 será o ano da redenção vascaína. As coisas finlamente começam a se acertar dentro e fora de campo. Fora teremos o novo fornecedor de material esportivo, a Champs, que se não é das mais conhecidas empresas do ramo, pagará valores muito superiores aos oferecidos pela gigante Reebok(510mil-75mil). O novo patrocínio de camisa também já foi acertado. Dessa vez é um real patrocínio, nada de "cala boca" dos outros tempos, como BMG e essa MRV. Nessa jornada árdua teremos como parceira uma grande empresa estatal, a Eletróbrás. O acordo que vinha sendo costurado há algum tempo, confirmou-se essa semana e renderá aos esvaziados cofres do clube um montante em torno de 14 milhões por ano. Uma grana que coloca o Vascão, mesmo na série B, com um dos 5 maiores patrocínios do futebol brasileiro.


Dentro de campo, por enquanto, estamos numa fase muito mais de saídas do que de chegadas. Madson e Wagner Diniz já deixaram o clube. Outros jogadores devem seguir na barca, como os dois trapalhões Luiz & Luiz, e tantos outros perebas que desfilaram sua falta de futebol com a camisa do gigante nesse 2008 inglório.


Mas nem tudo são tristezas. Nessa sexta feira, 12 de dezembro, o técnico Dorival Jr se apresenta como novo comandante da Nau Vascaína. Caberá ao técnico de 46 anos, e 5 de profissão, conduzir a caravela por mares nunca dantes navegados, contornar o cabo das tormentas, e trazer novamente o Vasco para o seu posto de direito, a elite. Quando as especulações sobre técnico começaram no Vasco, temi que PC gusmão assumisse o comando, o que seria péssimo. Não imaginava que Dorival fosse chegar, afinal, com tantos excelentes trabalhos nesses 5 anos de porfissão, é natural que o treinador tivesse mercado para seguir na série A. No entanto, Dorival aceitou o desafio de dirigir um gigante pela primeira vez em sua vida e tem tudo para fazer um bom trabalho. Com a sua vinda, que começem logo a pensar em reforços, não apenas para a série b, mas também para a disputa do Carioca e da copa do Brasil, falta de dinheiro não é mais desculpa.O técnico terá carta branca da diretoria para montar o elenco ao seu bel-prazer.Alguns nomes começam a gahar força dentro de São Januário, como Alan bahia do Atlético Pr, Felipe do Náutico e Lúcio Flávio que com a chegada de Júnior, voltou a ser especulado.

A torcida merece um time de série A em 2009, a torcida merece gritar é campeão e com Dorival nossas chances aumentam, visto que o mesmo é um papão de títulos!


O SENTIMENTO NÃO PARA!!!!!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Se voce não é Vasco azar o seu!


Companheiros de Cruz-de-Malta... quanta piadinha né não?

Cada uma mais ridícula que a outra, mas fazer o que? não há remédio...aliás, há sim.. o melhor deles é rir mesmo, rir deles tentando abalar a nossa convicção, tentando abalar o que nós sentimos...Algo incomparavelmente superior às divisões, às vitórias e derrotas...Nós somos Vasco!

Num sei voces companheiros, mas eu saí com a camisa do Vascão no dia seguinte! As pessoas me perguntam: - voce tem coragem de sair assim na rua??


Peraí, peraí, CORAGEM??? coragem não...ORGULHO!!! Orgulho de trazer no peito uma cruz de malta reluzindo todas as glórias do Gigante...Um simbolo incomparável, lindo, irretocável, sinônimo de luta, democracia, paixão, glória....Eu SOU VASCO! Nunca vou deixar de ser...

nem que não ganhassemos nunca mais um título até o dia em que eu deixasse esse mundo, seria Vasco. Seria até mais Vasco nesse caso, se é que isso ainda é possível.

Só há o Vasco para se ser...pelo menos pra mim.

Façam a vontade as suas piadas,pois elas não me abalam, não chegam nem perto de interferir no meu sentimento. Cada piada que ouço, mais orgulho eu tenho.

A série B não é o fim do mundo. Nosso gigante esta convaslecente, mas logo logo estará de pé novamente. Estará renovado, liberto, saudável. Pronto para encarar o seu destino de vitórias.

Eu sou Vasco, se voce não é,
azar o seu....

O sentimento não para!!!!!!!!


segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Fênix!!!! EU SOU VASCO!


Embora ainda muito triste, tenho já o que lhes falar. Já caiu a ficha de que ano que vem terei mesmo de ir a São Januário assistir a jogos, digamos, pouco nobres, e contra adversários nada expressivos,caso de todos os demais concorrentes sem exceções. A última rodada só veio a confirmar matematicamente, o que já estava confirmado há muito tempo, nosso rebaixamento. E não se espantem, é lá mesmo que devemos estar, ou um time que se vale de Jhonny deveria almejar coisa melhor? Um time que passa um ano inteiro sem lateral esquerdo, sem zagueiros, deveria pretender sorte melhor? Por mais que as circunstâncias, aos berros, nos jogasse na lata a duríssima realidade, a nossa fé cega não quis acreditar e não acreditou. A torcida abraçou apaixonadamente o time, mas não foi o suficiente. Incluo-me entre os milhares de cegos que acreditaram até...perceber que o Flamengo abria as pernas lá no Paraná e que Santos e Náutico de fato faziam um jogo de comadres.

Uma casa sem reboco, paredes caindo, fiação puída, encanamentos furados, forros cedendo, que solução você daria? Reformar fica muito difícil. Confiava que Dinamite pudesse ser o mestre de obras que daria pelo menos, um jeitinho nas coisas, de modo a tornar a realidade menos difícil, ao menos aparentemente. Mas não, reformar uma casa tão apodrecida, e ainda por cima, com cimento e tijolos de segunda, seria realmente uma tarefa das mais improváveis. Ás vezes, analisando de maneira calculista e pisando no meu coração, é melhor assim. Melhor vir tudo abaixo logo. Começar do zero. Com tijolos e cimento de qualidade, mas antes de tudo, com planejamento arquitetônico, cálculos de engenheiro ou seja lá o que fazem os engenheiros.

Não tenho a mínima, ou melhor, ínfima dúvida, de que sobraremos na segunda divisão e que nossa passagem por lá será meteórica como a de tantos outros grandes que caíram. Com esse time indecente desse ano conseguiríamos a vaga para elite.E esperamos um time mais decente para o ano que vem e que com certeza retornará sem maiores problemas.

Não tem como negar que essa queda, tão anunciada ao longo dos anos, não se qualifique numa mancha para nossa história. Uma mancha que lavaremos com água,sabão, suor e lágrimas. Mas, sobretudo, devemos encarar esse rebaixamento como um marco na nossa história. Um marco que represente o ressurgimento do nosso gigante, o renascimento do Vasco, tal qual uma fênix, que se desfaz em cinzas, para depois , a partir delas, voltar vigorosa e imponente. Teremos que descer lá embaixo, lá no fundo do fundo do poço, para voltarmos. Usaremos o chão úmido e enlodado do fundo como mola propulsora e voltarmos não para elite somente, voltarmos aos céus, aos rumos da glória, que sempre estivemos destinados, como provam nossa incomparável e incomensurável sala de troféus. Que esse gosto amargo, esse aperto irremediável no peito e que essas lágrimas que me caem dos olhos e de tantos outros pares de olho Cruz-de-malta, não sejam em vão e marquem como tatuagem nas nossas almas a dor que não queremos voltar a sentir.

Se cair é humano e levantar-se é divino, mostraremos a todos nossa divindade.
Pra arrematar só; podia ter escolhido muitas frases de efeitos, mas a que traduz melhor o momento foi cunhada por Shakespeare: Há quedas que vem para ascensões maiores.

EU SOU VASCO!!!!!O SENTIMENTO NÃO PARA!!!!!!!!!

domingo, 7 de dezembro de 2008

Dor, profunda dor...


Dor, profunda dor...


não reúno condições psicológicas para escrever nada por enquanto....as lágrimas não me permitem continuar...desculpa...


O SENTIMENTO NUNCA VAI PARAR!!!!!!

????????????????????????????

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????


NUM SEI.....

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

FORÇA, FÉ E FINAL FELIZ!


Luiz de Camões, poeta português, narra em seus cantos e decassílabos perfeitos, a epopéia portuguesa em os Lusíadas, cujo o tema principal , atende para a descoberta do Almirante Vasco do Gama do novo caminho para as índias. Camões canta todos os percalços dessa corajosa viagem. As batalhas, as tempestades, os monstros do mar. Nesse épico, os portugueses, liderados por seu bravo Almirante, se apoiam em sua fé e em seus corações para vencer toda e qualquer dificuldade.


Mal comparando, é o nosso caso agora. Talvez não com tanto lirismo, promessas de finais felizes e exaltação do "povo Vascaíno." A grande semelhança se dá mais por conta ,e caminha lado a lado,dos grandes, aliás, imensos percalços que tivemos e teremos.Fantasmas(do rebaixamento), Mau agouro(dos adversários), Traidores da causa( metaforicamente, como no caso de Valmir...é, talvez nem tão metafóricamente assim), tempestades(emocionais) , tudo isso esta presente na nossa jornada.


Na verdade, nossa história, com pretensões literárias épicas, pode acabar por desembocar num grande dramalhão mexicano com uma fundamental diferença, todos choram mas não há nenhum casamento. Pode ser também como uma novela, dessas que reprisam de tarde, onde há sempre o mocinho, e é esse que estamos a procura, e o vilão, que em caso do mocinho não aparecer poderá ser multifacetado e interpretado por diversos dos nossos "artistas". Podemos nos desviar também para o caminho da sétima arte, e comparar nosso enredo, ao de um filme desses de ficção científica americano, onde não se espantem se o imponderável der as caras como centro das atenções.


O que eu quero dizer no fundo, e ecredito não duvide, é que estaremos salvos no fim de tudo. Pois todas essas obras guardam ao menos duas semelhanças. Uma é que invariavelmente, em algum ponto, enveredam-se para o suspense. A outra é de que haverá de ter sempre um final feliz, ou pelo menos na grande maioria das vezes. Estamos apegados a isso, a esperança, a nossa fé, e aos nossos corações, bengala utilizada também pelos portugueses nos cantos de camões, além claro, da confiança plena em Vasco da Gama, que todos nós temos ou deveríamos como Vascaínos.


Força, fé, e final feliz



O sentimento não para!


EU ACREDITO!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

PALAVRA FUNDAMENTAL!


Sorte.


Palavrinha fundamental quando o assunto é vencer partidas de futebol. É meus amigos, mas dessa água não bebemos quase nada esse ano. A tal da sorte passou longe das bandas de São januário, e fez com que chegassemos a esse ponto, na última rodada, em vias de ser rebaixado. Evidente que outros fatores concorrem para que estejamos em tão pereclitante situação. Talvez até mais que a falta de sorte. Peguemos alguns jogos e veremos que a incompetência e a burrice foram determinantes em vários de nossos maus resultados. É incrível a quantidade de partidas que perdermos para nós mesmos. Náutico e a bobagem do Jorge Luiz ao escorregar, e depois ser expulso, justo no momento em que havíamos empatado a partida e crescíamos no jogo. A tática Kamikase contra o Figueirense. O penalti perdido na Arena da baixada que empataria a partida. Nota-se, aí, que com um pouquinho mais de competência, especificamente nesses jogos justo contra adversários diretos, poderíamos ter, sorte melhor no campeonato.

Mas o leite, que derramou-se ao longo de todo o certame, não vale as lágrimas de quem vos escreve. Teremos que nos encontrar com a sorte em algum ponto futuro, um próximo que fique claro. Extamente então, Domingo. Será nesse domingo que nosso destino será lançado. Um pedaço de couro sintético, capaz de atrair multidões e proporcionar sentimensto diversos nos corações dos homens, definirá a vida ou a morte, o céu ou inferno astral. Que tudo corra bem....


O sentimento nunca vai parar!!!!