sexta-feira, 8 de maio de 2009

Porque nosso amor é adivisional!


Uma sinfonia composta por 40 mil mãos
Conversando com amigos vascaínos nos bares da vida, na faculdade, na internet, ouvi de muitos a seguinte frase:


"É João( o almirante foi agraciado com um nome de apóstolo) agora que vai cair a ficha, agora que nós vamos saber o que é a série B."


A minha ficha já caiu tem tempo. No dia seguinte ao fatídico jogo contra o vitória ela já estava dentro da maquininha. Até porque, mesmo se eu quizesse esquecer não conseguiria. Melhor, não me deixariam. Como esse mundo não é perfeito e, nem todos encontraram a iluminação necessária para seguir incondicionalmente a Cruz de malta, tenho amigos tricolores, botafoguenses e Rubro-Negros e, especialmente esses últimos, fazem questão de lembrar-me diariamente e por todas as mídias possíveis( celular, orkut e até mesmo esse humilde blog) que nosso Vasco esta na série B. Os outros nem fazem tanta questão e as razões são até bastante óbvias.


Vejo muitos encarando a série B como algo extremamente desonroso, uma vergonha histórica, um absurdo. Não que isso não seja em parte verdade. Somos o Vasco meus amigos, a série b não é pra nós. Mas vejo-a como consequência. Era de se esperar que um dia isso acontecesse. Que equipe aguenta impunemente anos e anos de má administração? Anos e anos de tirania? Mas a série B não é esse inferno também. Antes cair e se reerguer mais forte, do que apenas sobreviver na série A, apenas cumprir 38 rodadas de tabela. Se a série B não é lugar para nós, tampouco o décimo segundo ou décimo sexto posto o é. Somos o Vasco meus amigos, e o Lugar do Vasco é sempre entre os primeiros. Sejas quente ou frio, jamais morno. O Vasco não pode ser morno.


Veja a questão por outro lado. No final do ano provavelmente estaremos, se deus quiser, festejando nosso acesso a elite, mas o que será que estarão festejando nossos rivais cariocas? Ou melhor: terão algo para festejar? Será que o Imperador problemático vai dar liga no reino igualmente problemático da gávea? Os desmedidos esforços do Plano de saúde dessa vez darão resultados ou darão em água- como na grande maioria da vezes? Será que a estrela solitária brilhará como nunca, ou se apagará como sempre?


Sábado começa a batalha, que os guerreiros se apresentem em São Januário e façam uma festa inesquecível, uma festa sem divisão, porque nosso amor é adivisonal!!!

5 comentários:

  1. Meu comentário é: Sem comentários !

    Nota 10.

    ResponderExcluir
  2. Belo texto meu amigo.

    Concordo com você, espero que o nosso Vasco suba mais forte e volta a figurar entre os primeiros colocados dos campeonatos que participa, como sempre foi, como me acostumei a ver.

    Vamos lá Vascão, O sentimento não pode parar!

    abraço

    ResponderExcluir
  3. amanhã começa e seremos campeões, saindo mais fortes do que nunca. Ano que vem não faremos figuração na Série A, como nossos rivais e nós mesmos fazemos ano após ano.
    Anota aí: vamos subir e pelo menos um carioca cai esse ano.

    Abraço e sds vascaínas!

    ResponderExcluir
  4. Perfeito, ALMIRANTE!Parabéns!FORTE ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  5. Mandou bem Almirante! Mandou muito bem!
    Acho que essa breve queda nos tornará muito mais fortes, porque mais apaixonados pelo Vascão sinto que já ficamos. O Vasco hoje conta com a torcida mais apaixonada deste país!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas