sábado, 13 de junho de 2009

Missão impossível!



O empate de 0 a 0, contra o Guarani, guarda algumas semelhanças em relação ao 0 a 0 da semana passada, contra o São Caetano. A primeira, e mais clara delas, além, claro, da falta de gols, é o fato do Vasco não conseguir traduzir mais posse de bola em perigo de gol. E quando leva perigo ao gol adversário, o problema é colocar a bola pra dentro. No primeiro tempo, a rigor, uma chance de gol. Cobrança de falta em que Nilton por pouco não marcou..


No segundo tempo, com um homem a menos por conta da expulsão infantil e desnecessária de Carlos Alberto, o Vasco ficou de mão atadas. Ainda sim, teve chances de marcar, mais até que o Guarani e seus 11 homens. Nilton assustou em chute de fora, Jéferson perdeu cara a cara com o goleiro, Ramón preferiu cruzar quando era só chutar e fazer o gol. Edgard não entra nessa lista, pois bola nos pés de Edgard, ainda que dentro da área, ainda que sozinho, ainda que com tempo de dominar e chutar, não pode ser considerada chance clara. Ele já tinha protagonizado um lance bisonho nessa partida ao receber livre e tentar um domínio “qualquer nota” de canela.. O Guarani teve duas chances de marcar. Uma em chute perigosos que Fernando Prass se virou pra defender, e outra em cabeçada de Ney Paraíba( ta achando que é bonito ser feio?).


Se durante longos anos o problema principal do Vasco foi a defesa, hoje ele mora lá na frente, no ataque. Colocar bolas de futebol dentro das redes não parece de acordo com as capacidades de nenhum de nossos atacantes.Mas uma equipe que se vale de Edgard como homem-gol não deve mesmo pretender sorte melhor. O resultado, no entanto, encaro de forma positiva. Pontuamos fora de casa, contra o até aqui líder da competição, jogando um tempo inteiro com um a menos, e isso deve ser reconhecido. A defesa se portou muito bem, segurou o placar e nossa ex-zaga reserva continua impenetrável. Mais preocupante que não marcar gols é jogar com um a menos em todas as partidas. E que não joguemos sempre a culpa na arbitragem. Jogador profissional, e do quilate de um Carlos Alberto, não pode cair em provocações dos adversários e agir intempestivamente. Precisamos, e muito, do Carlos Alberto com a cabeça nos eixos, precisamos, e muito, jogar com 11 em campo, precisamos, e muito, de um atacante que faça gols, e não devemos, absolutamente, fechar os olhos aos nossos problemas e colocar a culpa nas costas dos fracos apitadores.


Ps: Salve-nos Aloísio!


O sentimento jamais parou!

8 comentários:

  1. É meu amigo, dependendo desse ataque e dos experimentos do DJ, com esses que nunca rendem nada é pra ficarmos de cabelo em pé, tem varios jogadores contratados pro ataque e nao tem chance nenhuma com o DJ, ele tem que abrir o olho paciencia tem limite!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. pow lek, boa visão ke vc teve do jogo!
    bom blog!
    pow, pra montar um time dando o melhor d si, tem ke fazer experiencias, em breve teremos um time ke fará o vascão voltar pra onde nunka deveria ter saido.
    mas enquanto o "matador" ñ joga, temos ke nos contentar com esses ai.
    pow, o dj, ta fazendo milagre.
    arrumou o setor ke nos ultimos anos, só nod deram tristeza.
    falta só o matador, mas em breve ele jogará, e veremos o vascão deslanchar d vez.
    basta só esperar um poukinho.
    certamente seremos campeões!
    ah, Almirante Parabéns!!!!

    Ass.: Moderador da comunidade "C.R.Vasco da Gama"
    visite nosso pefil:http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=58620081

    ResponderExcluir
  3. Caro Almirante

    Acabei de ler seu post e quero comentar:

    Concordo com você no que diz respeito ao nosso ataque. Já disse aqui, não é ficar discutindo qual dos nossos atacantes é melhor, o nível de todos é mediano pra fraco. A questão é que o Vasco precisa de goleadores, homens que correspondam e imponham respeito. O fato da zaga não ser um problema como no passado também considero um alívio. Não sou tão otimista com a chegada do Aluizio. Pra mim já deu o que tinha que dar. Mas, espero eu, estar enganado.

    Continue escrevendo
    Continue torcendo
    O sentimento não pode parar.

    ResponderExcluir
  4. infelizmente o Carlos Alberto não aprende mesmo...e o pior é que suas expulsões são sempre em jogadas infantis dele...mas o Dorival já deveria estar acostumado com o brigão...

    abraço

    ResponderExcluir
  5. Pois é, peguei discussão no orkut com um monte de gente pq também não aceito que passem a mão na cabeça do Carlos Alberto. Primeiro que ele devia ser adulto pra saber que reclamação demais só gera cartão amarelo, nunca faz o juiz voltar atrás. Segundo pq não devia ter ido no lance da expulsão, tinha defesa pra marcar o carinha e ele já tinha cartão. Enquanto passarem a mão na cabeça dele, ele vai continuar fazendo essas palhaçadas. Por mim não precisa renovar com ele, é muito caro pra passar tanto tempo suspenso e recebendo salário alto. Leo Lima também já encheu, não veste a camisa.

    ResponderExcluir
  6. O Carlos Alberto tem que parar de reclamar da arbitragem, tem que aprender a jogar sem reclamar. O jogo de ontem ficou provado que não é preciso muito para ele ser expulso... não é preciso. O Vasco precisa dele e ele nao pode agir assim.

    PS: O RAMON JOGA DEMAIS

    ResponderExcluir
  7. segundo fontes seguras, fomos GARFADO MAIS UMA VEZ!..não vi o jogo mas foi o que me disseram...ta demais hein!

    ResponderExcluir
  8. desse jeito vai ficar ruim de subir.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas