sábado, 29 de agosto de 2009

Coisas que assustam..


Depois o Enrico vai dizer que não entende porque a torcida pega no pé dele. Tudo bem, ele até deu uma melhorada( Piorar também não dava né), mas o gol perdido no início do jogo, que poderia ter desenhado uma vitória fácil do Vasco, se transformou em uma justa derrota por 2 a 0, diante do nada bobo Ceará, que marcou forte e explorou bem os contra-ataques. O jogo poderia ter tido um desenho totalmente diferente se àquela altura do primeiro tempo estivéssemos aberto o placar, e se o Vilson, incontestavelmente o principal culpado da derrota, não fosse tentar fazer o que não sabe, e isso já não é de hoje. É importante ressaltar a falta que fez Carlos Alberto, pois é sabido que o time fica sem referência em campo com a ausência do capitão. E faz falta não somente por se tratar de um jogador muito acima da média, mas também porque atrai pra si toda a marcação, deixando, por exemplo, o Alex Teixeira mais solto para jogar.

Elton também fez falta. Não por se tratar de um jogador especial, absolutamente, mas perto do Alan Kardec ele é o Pelé. Os defensores do poste da Colina( eles existem, acredite) levantarão a voz e dirão que lhe faltava ritmo. Quem dera fosse só ritmo que faltasse ao Alan Kardec. Falta-lhe tudo: Habilidade, visão de jogo, poder de finalização, passe, jogo de cintura,e especialmente inteligência. Alan Kardec é literalmente um “perna de pau”. Até me assusta saber que alguém manifesta interesse em contratá-lo. Assustarei-me mais ainda se um dia ele se tornar um jogador útil em alguma equipe. Para o lugar do poste veio Pimpão, que embora também esteja sem ritmo, conseguiu levar mais perigo no pouco tempo que jogou. Phillipe Coutinho recebeu nova oportunidade, numa fogueira danada, com o time perdendo e jogando mal. O pouco que fez, foi mais do que fez o Enrico o jogo todo. Eu entendo o lado do Dorival ao querer segurar o Coutinho, não queimá-lo, mas já passou da hora de botar o “moleque” pra jogar com mais assiduidade.

Para completar esse texto, que não visa, absolutamente, espinafrar o elenco, o time, o Vilson( embora hoje ele mereça), ou a campanha Vascaína( que segue irrepreensível e condizente com as tradições do Vasco), gostaria de adicionar mais um parágrafo dedicado às “coisas que me assustam”. Aspas para Dorival Júnior:

“A equipe jogou um belo futebol, botou a bola no chão e tentou trabalhar. Procurou jogar e teve personalidade. Porém, não saiu o gol. O Ceará foi feliz numa jogada e num erro nosso para fazer os gols e sair do Maracanã com os três pontos"

Tire suas conclusões...ou se preferir, fique com a minha:

-Dorival não viu o mesmo jogo que eu.

4 comentários:

  1. Dorival viu o mesmo jogo que você e eu sim, só quis polpar o elenco de criticas pela imprensa, mas pode apostar que lá no vestiário vai ser no mínimo no grito, a chamada de atenção deve ser grande, ou não conheço Dorival Júnior se fizer diferente.
    - O erro do Vilson foi acreditar que um dia teria, futebol de craque como Mauro Galvão por exemplo, ontem acho que a casa caiu, melhor pra nós, acho que a partir de agora jogara com os pés no chão.
    - Enrico como arisquei dizer no meu blog é 8 ou 80, um jogo come a bola como fez na partida contra o Ipatinga, ontem errou tudo que tentou.
    - Matheus jogou mau pacas, deu até saudade do Amaral por incrível que pareça.
    - Alex Teixeira depois de uma eu disse "uma" atuação de gala contra o Ipatinga, virou o Pelé, não correu, se deixou marcar e ainda vomitou "merda" no intervalo no microfone da Radio Tupi, se achando o "tal".
    - Allan Kardec deve ter um padrinho muito forte, 1º por ter conseguido chegar aos profissionais, pelo seu futebol é uma façanha, milagre se torna cada vez que veste a Amarelinha pelas categorias de base, o padrinho forte hein? Inter leva ele daqui logo.
    - Dorival, atitude bonita durante a semana pedindo a permanência a diretoria de Coutinho por mais uma temporada, e em vez de atender aos pedidos da torcida e colocar o Coutinho pra jogar, demora uma eternidade, quando a "coisa" já tinha ficado feia, resolve atender aos pedidos. Dorival tem medo de queimar o garoto, eu digo o seguinte, a Nação Vascaína não é burra, ninguém vai crucificar o garoto que poderia ou não resolver o jogo, mas com essa atitude pode ele mesmo começar a queimar seu próprio filme.
    - Faltou competência no ataque também, perder gols, não é nada além de falta de qualidade técnica do jogador.
    MAS COMO NÃO ENTENDO NADA DE FUTEBOL, NEM LEVEM EM CONCIDERAÇÃO O COMENTÁRIO ACIMA.
    Grande abraço e parabéns pelo texto.
    Jeferson

    ResponderExcluir
  2. Não esperava essa derrota por 2x0 diante do Ceará. Apesar do Ceará está jogando bem, mas o Vasco jogava no Maracanã.

    ResponderExcluir
  3. O Dorival(280 mil/mês) é burro e mal intencionado. Por que ele escalou o Alan Kardec,não vinha sendo relacionado nem pro banco? Será que não foi pra queimá-lo e apressar sua transferência. O inter quer, o Luxa queria, o palmeiras quis e ainda quer. O grêmio já demonstrou interesse. Só para o Vasco não serve. Nunca foi escalado em um time de verdade. Não teve uma sequência de jogos. A falta de paciência da torcida com o AK irrita. Quem conhece futebol sabe que ele tem valor. Nâo é craque, mas é melhor do que os que estão lá. O Dorival insiste com Enrico, Paulo Sérgio, Ernani. Por que o Pará não é nem relacionado. Por que o Benitez não tem chance. Se não joga nada, por que mantê-lo no elenco? O que acontece com o Departamento médico do clube. Jogador lesionado, leva meses para voltar? O Fernando, é chinelinho? E o Jeferson? O Dorival é chegado a esquemas com empresários (é o que se comenta) só isto pra explicar por que ele não coloca o P. Coutinho pra jogar. O moleque já está vendido, qual o medo em queimá-lo? Estão preservando pra Inter?
    Para encerrar, maraca, só aos sábados. Pra jogar pra 20 mil pessoas, usa-se São Januário
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Xará,

    É frustrante ver o VASCO perder dessa forma. Mas espero que o time e a diretoria percebam os ensinamentos dessa derrota. O Vilson é bom zagueiro, mas precisa perceber que é isso: só bom zagueiro. E o elenco é fraco para uma competição mais longa. O VASCO sofre demais quando joga com mais de 4 desfalques, ainda mais se o Cazalber for um deles.

    Prefiro acreditar na boa fé do Dorival Junior. Mas eu teria colocado o P. Coutinho logo no intervalo. O time estava sem inspiração e não criava nada. Pra que esperar os 20 e poucos minutos do segundo tempo? Abraços.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas