quarta-feira, 26 de agosto de 2009

O que te preocupava há 11 anos ?


Ei voce aí!! Por acaso lembra-se do que fazia há 11 anos nesse exato momento??? O que te preocupava no dia 26 de agosto de 1998???? estava ansioso, nervoso, apreensivo???
Bom, há 11 anos extamente,eu estava uma pilha com certeza. As horas pareciam não caminhar em seu Ritmo normal e se arrastavam lentas e despreocupadas, ao contrário de mais de 15 milhões de corações aflitos e preocupados, nem tanto vá lá...

Esperava ansioso o fim da novela das oito, que evidentemente não lembro o nome. O que importava era o que viria após o seu final. Um outro final, melhor ainda, uma finalissima, de libertadores. De um lado, o Barcelona de Guayaquil do equador, buscando o inédito título em sua segunda final. Do outro, O nosso queridíssimo e tradicional Vasco da Gama corria em busca de escrever pela segunda vez o seu nome no topo das américas, 50 anos depois de ter conquistado o campeonato sul-americano de clubes.

O Vasco vencera a primeira partida em São januário pelo placar de 2 a 0, gols de Donizete e Luizão. Agora, apenas um empate ou até mesmo uma derrota simples faria a festa da nação cruz-maltina. Recebido sob um clima de hostilidade, o Vasco da Gama rumava confiante para atingir o feito Histórico.

A pressão era do Barcelona, apoiado por sua gigantesca torcida, que não só era composta pelos "barcelonistas" e sim de uma nação inteira, tal qual foi para a LDU ano passado diante do Fluminense. O final, entretanto, foi diferente para os Cariocas. Luizão tratou de abrir o Placar e já nos acréssimos da primeira etapa, Donizete, sempre ele, aumentou a vantagem.Para jogar água no chopp Vascaíno, seria agora necessário que o Barcelona fizesse ao menos 4 gols sem levar nenhum. Missão difícil. Missão impossivel. Juninho, Pedrinho, Doniezte, Luizão, Germano, Ramom, Mauro "capitão" Galvão, Odvan, Felipe, Nasa, Maricá, Wagner , Luizinho, Mauricinho, Richardson, Vítor, não estavam dispostos a largar mão dessa taça tão magnífica. E não o Fizeram.
Deu tempo ainda dos equatorianos descontarem há 11 minutos do fim, a essa altura o chopp Vascaíno não poderia ser mais aguado, visto que já preenchia completamente as barrigas dos Vascaínos, que já comemoravam pelo país inteiro. Eu, logicamente, tomava Coca-cola pra comemorar e me esgoelava pela janela da minha casa. Gritando à plenos pulmões "Vascoooooooooooooooo" intercalando com " é campeãoooooooooooo".
O Vasco escrevia seu nome mais uma vez no alto da américa, enchendo nossos corações de orgulho. Orgulho de ser Vascaíno, orgulho de torcer pelo melhor, pelo grande, pelo indiscutível, Gigante da colina!!!! Ao contrário dos demais times cariocas, tivemos algo para comemorar junto com o centenário. E que "algo", logo um título de campeão sul-americano. Parabéns Vascão.

BICAMPEÃO SUL-AMERICANO DE CLUBES!!!!!!

5 comentários:

  1. Olha, almirante, eu estava tranquilo porque o jogo de ida tinha sido muito fácil e o poplacr construído me dava a certeza do título, mesmo tendo sido pequeno em realçaão adisparidade técnica dos dois times, na época. Mas, com certeza eu me lembro o do depois...festa e mais festa, cervejada, farra na madruga e a recepção da galera lá em São Januário! muito bom! abs, leandro

    ResponderExcluir
  2. Caraca, foi demais, jogão as duas partidas, muita festa, cerveja, fogos de artifício e carreata, grande momento de minha vida.
    Grande post.
    Abraço
    Jeferson

    ResponderExcluir
  3. Quando voltei da Argentina, depois do jogo contra o River, do Juninho Monumental, tinha certeza que seríamos campeões. Portanto, essa duas partidas contra o Barcelona foram só formalidades. Depois do segundo jogo foi só festa, culminando com a recepção aos jogadores em São Januário, e de mais festa.

    abraço!

    ResponderExcluir
  4. Nem sei o que comentar lek ... só sei que foi um dos dias mais felizes da minha vida, com certeza!!!! lembro como tivesse sido ontem!!!! Parabéns Vasco, sentimento que se renova cada dia!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. João, só faltou você colocar que com certeza você colocou a imagem de Nossa Senhora em cima da TV e ficou tentando ensiná-la a jogar futebol para ela ajudar o Vasco. Beijo, do seu irmão, Iago.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas