quinta-feira, 17 de setembro de 2009

O que pensa o Dorival?


Dorival Júnior é um sujeito que eu evito contestar. Além de conviver no dia a dia com os jogadores, é sabidamente mais entendedor do riscado do que eu e minha pretensão. Portanto, não costumo ficar metendo o bedelho em suas opções, como fazia com outros técnicos, como Antônio Lopes e Renato gaúcho, treinadores em que eu me via no mínimo em pé de igualdade no que tange aos conhecimentos táticos e técnicos envolvidos numa peleja, e por isso, sentia-me em totais condições de apontar erros grosseiros de escalação, como, por exemplo, a escalação do nosso melhor meia em 2008, Madson, na lateral esquerda durante muito tempo.Erro, aliás, que não é preciso conhecimento algum para reconhecer.

Sabedor da maior capacidade de Dorival Júnior como entendedor do assunto, confesso que me espanto com algumas escolhas do nosso excelente treinador. O que será que só o comandante enxerga no Matheus? Sinceramente não me entra na cabeça. Jogo atrás de jogo ele prova não ter condições de ser titular. Contra o Paraná foi a gota d’água. Certamente uma das piores atuações individuais de um jogador, e não fosse nossa muralha, perderíamos aquele jogo para o Paraná, e muito por culpa do Matheus e sua lentidão. O Volante não tem a referida qualidade maior no passe, que seus defensores alegam, não tem poder de marcação algum- Perceba como ele é driblado facilmente por qualquer adversário- e não tem, sobretudo, que ser titular do Vasco. Outra escolha infundada é a de Paulo Sérgio. Falta o que para o Fágner ganhar a posição de titular? Quando o Paulo Sérgio acertava seus cruzamentos, atributo que me fazia ser um dos defensores no começo da temporada, tudo bem, mas agora ele não acerta mais nenhum. Como disse o Hélio Ricardo em mais uma brilhante coluna no site Supervasco, ganha(vá)mos no cruzamento, e deixamos de ter um jogador insinuante, habilidoso, com vocação atacante no nosso flanco direito.

Parece muitas vezes que os treinadores se sentem realmente os professores-doutores do futebol. Tentam com suas escolhas aparentemente solitárias, provar que sabem mais que todos. É quase uma pirraça manter o Matheus no time, bem como escalar o Enrico em todas as partidas, por mais que nessa última ele até tenha entrado bem. Reafirmo que ao Dorival junior sou só agradecimentos. É um técnico de ponta, que merece o salário que recebe, e montou um time que, se não da espetáculo, cumpre com louvor a missão de voltar a série A.O que não me impede de reconhecer que existem umas escolhas feitas por ele que são pra lá de estranhas viu...

6 comentários:

  1. Cara, concordo com tudo isso que você disse. Mas quanto ao Matheus para o próximo jogo não podemos crucifica-lo, o Nilton e o Sousa não estarão disponíveis, entao o que nos resta são o Matheus, o Ernani e o Paulinho, uma vez que para o Ramon e o Paulo Sérgio (ou o Fágner, tomara) jogarem, é preciso de volantes.

    ResponderExcluir
  2. Acredito que o Dorival assim como todo treinador teima em confiar no estilo e "no que pode" render um jogador com certo "potencial", temo que esse seja o caso do Matheus.
    Gostaria de ver o Coutinho e C. Alberto atuando juntos sabado, mas duvido que o Dorival "ouse" tanto.
    Abraço
    Jeferson

    ResponderExcluir
  3. deve ser a questão da confianaça e da liderança no grupo pesando. opaulo é m,ais experiente e tático do que o Fagner. Já o mateus caiu de rendimento em relação ao ano passado e precisa ser colocado numa geladeira tipo alex teixeira foi... com relação a Dorival... o acho excelente técnico!abs,Leandro

    ResponderExcluir
  4. Há tempos que venho comentando sobre o Paulo Sérgio, quando que se aproveitou um de seus cruzamentos? (sem pontaria), as bolas paradas? (que insistem em coloca-lo para bater) ele é muito previsível, acha que é só chegar o mais próximo possível da linha de fundo e mandar pra área. O lateral tem que ser mais ousado, como por exemplo, invadir a área pela lateral e resolver se cruza, manda pra traz ou até mesmo chuta pra gol.

    ResponderExcluir
  5. Permita-me discordar do amigo. O Burrival Júnior é muito fraco. Tanto tecnica como taticamente. Qual o padrão de jogo do Vasco? Até hoje ele não acertou no posicionamento do Casalberto. Por que ele insiste com Paulo Sérgio, Mateus, Amaral e pasmem ENRICO. Jogadores sabidamente sem condições de vestir a nossa camisa. Nâo concordo que ele mereça receber 280 mil. Aliás, acho a questão salarial no futebol mundial, um escárnio. Paga-se muito por jogadores de talento duvidoso. Ouvi dizer que ele tem no contrato um prêmio pra levar o Clube à série A. Isto é uma vergonha, um completo absurdo. Para um Clube com a tradição e força da torcida do Vasco. Ganhar e subir É OBRIGAÇÃO. E esta segundona é uma piada. Cada time pior que o outro.

    ResponderExcluir
  6. ALMIRANTE SEMPRE ESCREVE OTIMOS TEXTOS SOBRE A NOSSA PAIXÃO...CONTINUE ASSIM CARA...OQUE ESTIVER ERRADO OU ENCOMODANDO CRITIQUE, QUANDO ESTIVER CERTO APOIE...SEMPRE SEJA ETICO, E SEMPRE ESCOLHA A VERDADE!

    PARABENS PELOS SEUS TEXTOS!

    SAUDAÇÕES CRUZMALTINAS.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas