segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Sim! Nós temos um ídolo!


Quando disseram que viria para o Vasco, fiquei com uma pulga atrás da orelha.

Os seus adjetivos não eram dos melhores, apesar de todos terem a plena consciência que com uma bola no pé o cara sabe tudo.

Problemático, desagregador, bad boy.

Para alguns, um enganador, sobrevivendo de firulas e toques de letra.

Um caso deveras curioso é verdade.

Quando adversário, apenas me causava repúdio.

Catimbeiro, firuleiro, um enganador de marca maior.

Mas ele veio para o Vasco.

Para a nossa imensa sorte.

Aos poucos eu vi que tê-lo nesse time era uma benção.

Uma espécie de oásis de talento.

Percebi que ele não era um firuleiro.

E agora faço o mea-culpa, por ter pedido aos meus volantes que lhe distribuíssem pancadas para ver se ele aprendia a ser homem.

Me envergonho disso.

Homem ele sempre foi, e mostrou esse ano ser um exemplo de homem.

Vestiu a camisa como poucos a vestiram.

Honrou a cruz como nós fazemos.

Abraçou a idéia e foi abraçado pela imensa torcida bem feliz.

Não seria justo se no jogo do acesso ele não estivesse presente.

E foi dos pés dele que saiu o gol salvador.

O golaço do ano só podia sair dos pés do craque.

E pela primeira vez no ano, ele beijou o escudo.

Não um beijo falso.

Um beijo igual ao que damos nas nossas camisas. Um beijo carregado de verdade.

Sim! Nós temos um ídolo!

Sim! Nós temos um capitão!

Sim! Carlos Alberto agora é Vascaíno!

3 comentários:

  1. ele paracer estar mais maduro e mais responsável...qualidade ele sempre teve, mas nem sempre manteve a cabeça no lugar, agora como protagonista da equipe ele precisa manter a seriedade para encarar a Série A...
    parabéns pelo acesso!!!

    em meu blog, acabei de publicar a entrevista que realizei com o Túlio Maravilha na semana passada...está lá pra quem quiser ver...

    abraço!!

    ResponderExcluir
  2. O Vasco deve a ele, mas muito mais ele ao Vasco. Ele já um ídolo da Nação Vascaína, pois capitaniou a caravela Vascaína rumo ao título e acesso a Série A, mas poderá ser mais do que isso, poderá ser um GRANDE ídolo conquistando títulos na elite, por isso gostaria de ver ele pelo menos até o final de 2010 com a camisa do nosso Vascão ou quem sabe com um contrato ainda maior.

    Abraço
    Jeferson

    ResponderExcluir
  3. A coluna no SuperVasco ficou irada. E o Carlos Alberto ganhou meu respeito. Concordo contigo, aquele beijo foi uma demonstração de amor. A última chance de bebermos uma gelada esse ano ficou por conta de VASCO x Portuguesa. Vamos marcar. Abraços.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas