quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

A primeira virada do ano!


Qualquer equipe do mundo ficará fragilizada quando levar a campo sua equipe de reservas, independente do elenco que seu comandante tenha em mãos. Nós, então, que temos um bom elenco apenas, longe de ser fraco e mais longe ainda de ser sensacional, encontraremos previsíveis dificuldades ao jogar com uma equipe inteira de suplentes.

No entanto, sempre será e continuará sendo absolutamente inaceitável que o Vasco, independente do time que leve a campo, em qualquer tempo e espaço, não consiga vencer o modestíssimo Sousa, da Paraíba. Os reservas vascaínos devem, obrigatoriamente, ser superiores aos jogadores do modesto time paraibano. Além de o serem, devem comprovar dentro de campo esta superioridade.

O campo do Almeidão é bem melhor do que eu poderia supor, mas o Paulinho continua horrível como já se sabia. Em uma falha grotesca, digna de pelada “casado contra solteiros”, o Sousa abriu o placar. O gol ainda contou com a pífia marcação do pífio Dedé, e com a saída desesperada do goleiro Thiago. O goleiro, aliás, se sonha em conquistar a titularidade( duvido que sonhe), que não ache que batendo pênaltis, como o de hoje que empatou a partida, se redimirá das claras falhas técnicas que apresenta embaixo da meta.

No apagar das luzes, quando esse artigo chegava ao presente parágrafo , o artilheiro Élton, que até procurou o jogo, embora sem muito sucesso, mostrou oportunismo e sorte de artilheiro para marcar o segundo gol e dar a vitória de virada ao Vasco,a primeira virada da temporada, que não anula uma linha desse texto, e tampouco a exibição bem abaixo do esperado do nosso time.

Ao fim da partida, comemoração dos dois lados. O Vasco sai satisfeito com a vitória, e o Sousa feliz da vida por ter a oportunidade de jogar no maior e melhor estádio particular do Rio de Janeiro.

Meu palpite pro jogo de volta? Uma mais que natural e justa goleada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas