quarta-feira, 26 de maio de 2010

Antes Omisso do que BURRO!



Não bastasse a notícia de que Carlos Alberto provavelmente não joga mais pelo Vasco nessa temporada, podemos ficar também sem o nosso gerente de futebol, que assim como nós não agüenta mais o amadorismo de nossos mandatários.

Hoje pode ter sido a gota d’água nesse relação que já andava estremecida.

No momento em que temos um técnico de verdade e tentamos reestabelecer nossa confiança para que os resultados aconteçam, meia dúzia de desocupados nos faz o favor de invadir o treino, às vésperas de um jogo importante, e intimidar os jogadores.

Não que a situação do Vasco não mereça um protesto, uma cobrança.

Não que a torcida não mereça exigir vontade de seus jogadores, respostas de sua diretoria.

Mas uma coisa é certa: Não será invadindo treinos e colocando o dedo na cara dos jogadores que nossos problemas serão resolvidos.

Primeiro que treino não é lugar de torcedor, especialmente quando os mesmos não possuem quantidade suficiente de massa encefálica para discernirem o que pode e o que não pode ajudar o time.

Os treinamentos servem para os jogadores aprimorarem-se, para o técnico impor seu trabalho, fazer seus ajustes, testar suas peças.

Embora tenhamos começado mal o Brasileiro, muita coisa ainda irá acontecer.

Nosso treinador em pouco tempo já conseguiu fazer a equipe demonstrar alguma evolução.


O ato de protestar dessa forma absurda não é o pior.

Pior é perceber que os Valentões acham mesmo que estão ajudando em alguma coisa.

Saíram de lá com a sensação de dever cumprido, de “fiz minha parte”.

Melhor ser omisso do que burro. O velho “se não ajuda não atrapalha”.

Nem “sentimento não pode parar” e nem “a porrada vai comer” .

Se é uma cobrança a solução, que ela pelo menos surta efeito positivo e não despedace mais o moral de jogadores já sem confiança.

Que seja feita de forma inteligente e de forma construtiva.

Guarde a valentia para a hora do jogo. Lá você é o dono da festa, pode xingar quem você quiser se for o caso.

Mas deixa os caras treinarem e deixa que o Roth grita por nós.

3 comentários:

  1. Sábias palavras, resumiu bem a atitude desses meia dúzia de torcedores imbecis, o protesto surtiria mais efeito de outra forma com certeza.

    Abraço
    Jeferson

    ResponderExcluir
  2. A mais pura da verdade.
    Depois querem entender porque o Juninho Pernambucano não quer voltar para o Vasco. Porque o Abel cobrou um absurdo para assumir o time. Porque o Phillippe Coutinho não irá fazer esforço nenhum para continuar no Vasco.
    Lamentável essa atitude.
    E para piorar, por causa desses infelizes corremos o risco de perde a melhor contratação que o Vasco fez, Rodrigo Caetano.
    Sem contar que achei absurdo a cobrança em cima do Elton. Tudo bem que ele é fraco como jogador, mas é um dos que mais corre e se dedica nos jogos.
    Depois não reclamem porque não conseguimos contratar grande jogadores. Que grande jogador vai querer se submeter a essa situação.
    O que mais me deprime é saber que tem torcedores que apoiram essa atitude.

    ResponderExcluir
  3. O Élton não só se dedica como taticamente tem sido o melhor em campo nas últimas partidas.
    A pressão que era para o time adversário sentir em São Januário está se voltando contra o Vasco com essas(porque não foi só essa) atitudes da minoria - numerosa - da torcida do Vasco. Contra o Palmeiras fomos muito prejudicados pela FJV, quem estava lá viu o time caindo de produção drasticamente. É uma pena que isso aconteça, mas é pior ainda acontecer nesse momento, quando o Vasco está em uma resconstrução, essa passando inclusive pela mudança de técnico.
    Vamos bater nessa tecla nos blogs pelo menos para que saibam que essa cambanda que faz isso não é maioria e nem pode representar a imensa torcida vascaína.
    S.V,
    Francisco
    http://vascopiniao.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas