quinta-feira, 29 de julho de 2010

Não sobrará pena sob pena!



Véspera de clássico, não tarda a aparecer comentários do tipo: “Clássico é clássico, é jogo sem favorito”

Sem dúvida essa é uma das frases mais falaciosas dentre as frases feitas do futebol.

Evidente que Vasco e Flamengo sempre será um jogo importante e diferente, envolto por uma aura toda própria e especial. Mas quando rola a bola, são 11 contra 11 como em qualquer jogo.

E como em qualquer jogo, podemos fazer um apanhado de fatores e mediante a análise dos mesmos chegar a uma conclusão de que esta ou aquela equipe é favorita no confronto, ou até mesmo chegarmos ao veredito de que nenhuma delas é favorita.

Nos 2 confrontos contra o Urubu, apontei o favoritismo para o nosso rival por razões objetivas. Tinham mais time, mais entrosamento, mais experiência, mais jogadores com poder de decisão e um melhor momento no campeonato. Nossos rivais eram os favoritos teóricos para o confronto, mas se não fossem acintosamente beneficiados pela arbitragem, talvez o final da história fosse diferente. Isso só prova de que entre teoria e prática existe um abismo. Ser favorito é fácil, difícil é confirmá-lo quando a bola rola, ainda mais em jogos especiais.

Pois bem, como a bola ainda não rolou, nossa análise restringe-se ao campo teórico.

Pelas mesmas razões que apontava o rival como favorito nos duelos anteriores, hoje aponto o Vasco.

Temos hoje mais time que o rival, mais jogadores decisivos, mais organização, mais confiança, além de atravessarmos um momento superior. Uma vitória sobre os Urubus é só que nos falta para embalar no campeonato.

Não devemos ter medo ou qualquer tipo de receio em ter o favoritismo do nosso lado. Devemos nos orgulhar, isso sim! Somos favoritos porque somos melhores, porque temos melhores jogadores, porque temos mais técnico, porque somos mais organizados, porque somos mais coletivos. Eu quero mais é que eles nos temam mesmo! Quero que eles digam que somos favoritos!

Nossa torcida também vive um momento melhor. Estamos mais confiantes e esperançosos em conseguir algo grande nesse campeonato, pois enquanto nós temos uma série de bons jogadores, como Felipe, Zé Roberto, Éder Luis, para estrear, dá pra fazer um strogonoffe com o cogumelo que nasce do joelho do “grande” nome do ataque do rival.

Esse é o nosso momento. Tudo conspira para que o Vasco vença bem seu maior rival e continue nessa rota ascendente, surpreendendo cada dia mais quem não leva fé que o gigante está acordando.

Tremei Urubú! Não sobrará pena sob pena!

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito mais uma vez! E que tenhamos êxito!!!

    Conjunto e raça fundamentarão o clássico na minha opinião... com o 12º jogador (torcida) claro, e não 13º (arbitragem).

    Avante Gigante Almirante da Colina!

    ResponderExcluir
  3. Sensacional ... Fazia tempo que eu não via o Vasco com grandes jogadores assim, parabéns ao Roberto Dinamite que montou esse time competitivo ...

    VAMO Q VAMO MEU VASCÃO ...

    ResponderExcluir
  4. Vamos embalar o Gigante da Colina para depenar o Urubu e alavancar em busca de mais vitórias no Brasileirão. Vascão, Vamos q Vamos!!

    ResponderExcluir
  5. "De todos os amores que eu tive, és o mais antigo
    O Vasco é minha vida, minha história, o meu primeiro amigo..." /+/

    VAMO MEU VASCÃO E MINHA TORCIDA!!! APOIAR NO GIGANTE DOMINGO NO MARACA!!!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas