terça-feira, 13 de julho de 2010

Vamos Lá!


Vamos lá!

Prass, Fágner, Dedé, Titi e Ernani... Bom, acho que você já começou a notar o que eu quero dizer, mas, em frente... Rafael Carioca, Romulo, Nílton e Jéferson; Jonathan e Nunes.

Teremos que encarar 4 rodadas com essa zaga segura, com esse meio-campo criativo e lépido e com esse ataque insinuante e impetuoso. PC Gusmão pode até alterar algumas peças durante esse período, nada no entanto que consiga mudar muito a cara do time.

Na zaga ele pode testar o “Seis” no lugar de um “Meia Dúzia”, no meio, quem sabe, a entrada do talentoso Allan possa de fato mudar algo numa partida. No ataque, a bola da vez pode ser Rodrigo Pimpão ou Rafael Coelho, até mesmo o sagaz Fumagalli pode ser aproveitado.

Ironias à parte, parece que vem bastante sofrimento até podermos contar com os novos reforços. Serão 4 rodadas decisivas na nossa campanha. Ou o elenco tira forças de onde ninguém acredita que ele tenha, ou nos afundamos de vez na tabela, tornando a missão dos recém contratados ainda mais difícil.

Apesar do time/calamidade que estaremos levando a campo nesse período, a cara do bicho talvez não seja tão feia. A tabela nos favorece de certo modo. Enfrentaremos Goiás, Atlético PR , Atlético Goianiense e Grêmio. Dos 4 jogos, 3 são perfeitamente possíveis de vencer. Contra o Grêmio a gente tenta a sorte lá no Olímpico, mas sem muitas esperanças de êxito.

Superado o mês de Julho, as coisas certamente irão melhorar para o nosso lado. Estamos muito bem servidos de opções ofensivas e criativas. Fazia tempo em que não tínhamos qualidade e quantidade no setor de frente. Nos falta ainda o zagueiro de respeito que prometeram e que será fundamental para o Vasco brigar lá em cima na tabela.

Contudo,nosso pensamento por ora deve ser mais singelo. A ordem do dia é afastar-se o mais rápido possível da zona de rebaixamento. Ideal seria entrar no mês de agosto fora dela. Depois, conforme for, vamos aumentando nossas metas. Terminar o ano em uma zona de conforto não será um fracasso absoluto. Estamos há 9 anos sem participar da libertadores, 10 anos sem um título de expressão, e eu sei que tudo isso pesa, eu sei que essa situação é desagradável.

Todos esperavam que a temporada 2010 fosse a retomada Vascaína, o ressurgimento de um forte do Futebol Brasileiro, e ela ainda pode ser, mesmo que não venhamos a ser campeões de nada e nem consigamos vaga na libertadores. Saímos da terra arrasada, e aos poucos vamos limpando o terreno e construindo os alicerces para uma equipe vencedora. A renovação por 3 anos com Carlos Alberto e a contratação de Felipe sinalizam nessa direção.

Mas, enquanto eles não entram em campo, será naqueles nomes dos primeiros parágrafos que teremos de confiar. Não há muito o que fazer. É marcar direitinho, jogar com raça e ...

VAMOS LÁ!!

Um comentário:

  1. antílope montanhês15 de julho de 2010 02:25

    po, num entendo essa onda sempre de ficar reforçando, quando reforça, só o ofensivo..ai traz logo 4 cabeça, esquecem da parte de traz...porra, a zaga fera!!! a zaga!!!! monta uma zaguinha!!!..Fernando Prass hoje salvou-nos da derrota!..ja diz o ditado que a melhor defesa é um bom ataque..mas convenhamos que nem sempre é assim..não no nosso caso..

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas