quarta-feira, 18 de agosto de 2010

As coisas como elas são!


A semana que precede um clássico traz sempre consigo aquela mesma ladainha.

Os jogadores de ambas as equipes abusam dos clichês.

Pregam respeito ao adversário, enaltecem as qualidades do rival, dizem esperar por uma partida muito difícil e claro, como não poderia faltar, concluem que partidas desse tipo são decididas no detalhe. Ninguém foge do politicamente correto, ninguém quer dar armas ao adversário.

Tudo bem, até concordo que a partida do próximo Domingo tem tudo para ser disputadíssima e eletrizante. Embora nossos “rivaizinhos” sejam líderes da competição e estejam 12 pontos a nossa frente, dividiremos com eles a responsabilidade da vitória, como não poderia ser diferente.

No entanto, sejamos francos: O Plano de Saúde é o favorito para vencer o duelo.

As razões, imagino que óbvias a todos, residem no fato deles possuírem uma equipe mais ajustada, um time tecnicamente superior ao nosso (pelo menos enquanto nossos reforços ainda não se encontrarem em condições físicas e técnicas ideais) e por viverem um momento especial, onde um chute fraco em direção a bandeira de escanteio desvia e vai morrer de mansinho no fundo das redes. Além de serem muito bons, atravessam um momento onde tudo dá certo. A Ambulância do Muricy está atropelando todo mundo que cruza na frente.

Nós também passamos por um momento especial. Tivesse começado o campeonato após a Copa do Mundo, o clássico colocaria em jogo a liderança da competição. Estamos 7 jogos invictos e somos o time que mais evoluiu desde a retomada do Brasileirão. Teremos agora a oportunidade de mostrar ao Brasil inteiro a nossa cara. Todos estarão ligados nesse jogo e vencer o líder é o que falta para começarem a levar o Vasco de PC Gusmão a sério.

Das equipes do campeonato, essas duas são as que possivelmente sentem mais o trabalho de seus treinadores. Os homens a beira do gramado são inteiramente responsáveis pela fase vivida por ambos os times. Diria que PC Gusmão até mais responsável, pois não tem a seus dispor um elenco tão recheado quanto o Muricy e desempenha um trabalho exemplar, sendo o único técnico invicto na competição. Inclusive, os Almofadinhas perderam apenas duas partidas no campeonato, uma para o Ceará, de PC Gusmão. Se quase ninguém ganha da Unimed, nosso treinador mostrou que sabe como chegar lá.

Não perdemos para o time do Hospital desde 2008. Os coloridos acumulam inúmeras lembranças negativas em confrontos contra nós. Já os enfrentamos em situações parecidas e nos saímos muito bem. Se vencermos Domingo, não será a primeira, a segunda , ou a décima vez que os vencemos com uma equipe inferior. Vencê-los agora nos encheria de moral para sequência nada amigável que teremos nas próximas rodadas, mas um empate não será encarado por mim como um resultado ruim, pois empatar com o líder e o favorito ao título nunca é um mau resultado.

Contudo, nem nosso passado de superioridade estatística e nem o favoritismo deles entrarão em campo. Serão 11 homens contra 11 homens e cada um tem seu próprio segredo para vencer a partida. O Vasco deve ter atenção redobrada com o Conca, principal artíficie da boa fase deles. Anular o argentino é meio caminho andado para alcançarmos nossos objetivos. Não podemos nos descuidar da excelente fase do lateral Mariano e nem bobear com o Sheik e o Washington, que não costumam perdoar quando têm a chance de marcar. Atenção e garra não podem faltar. É provável que entremos com a proposta do contra-ataque, apostando na velocidade de Éder Luis e Zé Roberto. Nossa zaga passará por um teste de fogo e confio que poderemos nos sair bem. Vamos ver que bicho que dá

Certeza mesmo eu tenho apenas duas: O Maracanã vai tremer nesse domingo e seremos maioria, como sempre. Desculpem-me “Rivaizinhos”, mas assim que as coisas são. Não fui eu que inventei o mundo.

AO VASCO TUDO!


TWITTER
@joao_almirante

2 comentários:

  1. Adorei a postagem e concordo em tudo.Domingo o bicho vai pegar... Mas, pode vir o pó-de-arroz que o nosso Vascão vai ganhar!!
    Saudações Vascaínas!!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas