segunda-feira, 30 de agosto de 2010

De milho em milho a Galinha fica maluca de fome!



Durante a semana o capitão afirmou que em São Januário é o Vasco que se impõe, é o Vasco que coloca o pé em cima do sofá. Sábado, o Cruzeiro não tomou conhecimento das regras, dominou a poltrona, e de quebra pegou o controle da nossa mão para escolher o canal.

Quando o Vasco abriu o placar com o golaço de Zé Roberto, que não fez nada além disso durante todo o jogo, o 1 a 0 desenhava um panorama injusto. O Cruzeiro era superior. Fernando Prass já havia sido obrigado a fazer algumas boas defesas e todo contra-ataque azul era um nó na garganta dos Vascaínos. Mas vá lá, futebol não é questão de justiça, o que conta é a bola no barbante. Subitamente o incêndio nas arquibancadas apagou. Os mineiros empataram num lance meio confuso dentro da área. Um bate rebate maluco que terminou em um toque contra de Fernando. Um toque de justiça.

O Cruzeiro, que já era superior na primeira etapa, foi amplamente superior na segunda. Amplamente. Novamente podemos colocar esse empate na conta de Fernando Prass e da sorte. O zagueiro Fernando ainda teve uma última chance de garantir a vitória para o Vasco, só que, desequilibrado, não conseguiu desviar para as redes o cruzamento.

Se a defesa Vascaína funciona bem com as atuações exemplares de Dedé , Rafael Carioca e Nílton( O Nilton é firme e sério, o Zidanílton é horrível), o ataque não vem dando certo. O tal do esquadrão classe A não emplacou, e acredito que não emplaque se não tivermos um centro-avante. Até penso que o Carlos Alberto pode funcionar ali, quebrar um galho enquanto o Nunes não volta, mas ele é muito mais útil quando chega de trás. Algum dos medalhões vai acabar deixando a titularidade e não tenho dúvidas de que será Éder Luis, que parece ter mesmo só a velocidade para oferecer. Mas isso é conversa para o meio do Segundo turno, pois é provável que Felipe, se voltar, só volte lá pra outubro.

No fim, vaias discretas de uma torcida meio cabreira. Afinal, o que esperar do Vasco nesse campeonato? Atuações convincentes e corajosas como a do Clássico diante da Unimed, ou atuações submissas como contra o Cruzeiro e São Paulo? Não perdermos, tudo bem, mas esses empates não estão mais enchendo a barriga de ninguém e nos deixam estagnados desconfortavelmente na tabela.

De milho em milho a galinha fica maluca de fome!

Um comentário:

  1. Fala camarada. Tenho um blog www.vascaoamoreterno.blogspot.com e gostaria de saber se vc deseja firmar uma parceria trocando links e sendo seguidore um do outro.
    Meu e-mail é vascaoamoreterno@hotmail.com

    Abraços e Saudações Vascaínas !!!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas