quarta-feira, 6 de julho de 2011

Cruz em Carne



O último ato do Rei diante de seu povo é representativo e , sobretudo, inesquecível .

Um tapa na gaveta e um beijo na camisa que defendeu como poucos. Emocionado, abre os braços e é reverenciado pelos companheiros e pela multidão. Era a despedida, a última glória de um reinado de vitórias.

De lá pra cá, Juninho ganhou o mundo.

Na França, mostrou a todos o que todo Vascaíno sabe desde o gol monumental: Estamos diante do maior batedor de faltas de toda história.

Resumi-lo dessa forma, no entanto, é dizer menos do que precisa ser dito. Juninho é muito mais do que um cobrador de faltas excepcional. Dinâmico, moderno, forte, habilidoso, preciso. Raro.

Na Seleção, mal aproveitado, foi sempre coadjuvante de luxo. Provavelmente o ambiente anti-profissional que viveu na Copa de 2006 o fez se despedir precocemente, antes mesmo da seleção não precisar mais dele.

Quando se foi, há 11 anos de saudade, levou com ele uma parte dos nossos corações.

De mim, levou também a eterna gratidão.

Juninho nunca deveu nada a nós, apesar de muitos terem cobrado sua volta como se obrigação fosse.

Tem gente que olha para o Juninho e só consegue ver 36 anos de idade.

Eu olho e vejo uma Cruz de Malta em pé, em carne e osso.

Você espera o mesmo Juninho de 10 anos atrás? Eu espero um ainda melhor!

Não falo de outros fatores em que ele certamente vai agregar. A Liderança, experiência, profissionalismo e principalmente o espelho da melhor qualidade que ele será para os jovens do elenco. Falo somente de futebol.

Futebol fantástico, aliás, o único que o Reizinho conseguiu aprender a praticar em toda carreira. Figura raríssima, para quem treinar trata-se de “um prazer”.

O sentimento Vascaíno entra em campo hoje, representado pelo o único que é capaz de personificá-lo à perfeição!

Um novo reinado se inicia!

2 comentários:

  1. Juninho é sem dúvida um jogador raro.
    Muito bom ver ele jogar de novo!
    Espero que esse novo reinado, traga muitas glórias ao nosso tão amado VASCÃO!!

    Parabéns pelo texto amor!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Juninho!

    é só isso que eu posso dizer por tudo que ele representou para mim enquanto vascaino!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas