segunda-feira, 8 de agosto de 2011

O que vem de baixo atingiu




São poucas as coisas que conseguem ser piores que o lamentável pasto que chamam de “Gramado do Engenhão”.

Uma delas é o Márcio Careca. É mais fácil nevar em Copacabana do que este cidadão conseguir me convencer que é jogador de futebol profissional. Quando Ricardo Gomes resolveu corrigir o grave erro, já tinha ido tudo para o brejo e o Vasco já perdia por 3 a 0. Não se pode dar ao luxo, nem mesmo contra o Botafogo, de jogar com menos um.

O Vasco adotou a postura de sua torcida e desconsiderou o Botafogo. Entrou certo de que venceria, apoiando-se no incontestável fato de ser amplamente superior. Esquecendo-se, logo, que para chegar à condição em que hoje está, teve que suar sangue com todo mundo. Não suou e perdeu.

Para mim, selou sua derrota logo ao levar o primeiro gol. Quem me acompanha conhece minha tese: Gol de escanteio não existe. É sempre produto da falha e desatenção, nunca de mérito. Explico: Primeiro que o ataque tem a missão de desviar a bola para um lugar específico enquanto que a zaga pode espanar para qualquer lado. Segundo, e principal, é que vale, atenção, VALE segurar o adversário pela camisa e impedi-lo de chegar a bola. Rômulo só acompanhou e Antônio Carlos desviou pro gol.

Quando o Vasco começava a mostrar a maior técnica que possui, o Botafogo fez o segundo com Abreu, após belíssima jogada do ótimo Cortez. Explorando a inexistência daquele- que- não- deve –mais- ter- o- nome- pronunciado, nasceu o terceiro gol, também de Abreu. O quarto gol, da humilhante derrota( Só é possível perder de uma única forma para o Botafogo- seja de um ou de 30 gols- Humilhado), veio no fim.

O segundo tempo do Vasco foi melancólico. A equipe conseguiu produzir ainda menos do que fez no primeiro tempo. Nenhuma inspiração e transpiração muito inferior a necessária para se reverter um quadro desastroso.

E para piorar, Diego Souza foi expulso. Expulso, tão somente, por ser quem é. Qualquer outro que não fosse ele, Kléber ou Carlos Alberto, teria sido. Os árbitros adoram um rompante de rigidez contra esses citados. É fácil expulsá-los: Os Jucas Kfouris darão sempre razão. Sabedores disso, esses jogadores devem ter cuidado especial. Colhe-se o que planta. É preciso rezar a cartilha para não ter erro: Não reclame e, quando o fizer, que o faça empregando o vocabulário da Congregação das Irmãs Carmelitas, se muito.

O meio campo vascaíno em momento algum, salvo nos 10 minutos posteriores ao primeiro gol, funcionou. Sem conseguir trocar passes em meio às trincheiras que chamam pitorescamente de” buracos do Engenhão”, Felipe foi pouco produtivo, Diego não conseguia dar seus dribles. Rômulo ficou perdido com a mudança de posição e Jumar não foi eficiente como vinha sendo. Sem criação, Alecsandro nada pôde fazer. Dominar a bola parece missão impossível para ele até mesmo em tapetes, naquele campo...

Com a defesa desprotegida, a inexistência de um lateral , perdão, a inexistência de um jogador profissional pelo setor esquerdo do campo,o Fágner levando um baile do Cortêz, somadas a boa atuação do conjunto alvi-negro, tudo foi estourar na conta da melhor dupla de zagueiros do Brasil, que sucumbiu junto com todo time.

As derrotas sempre ensinam alguma lição valiosa e a de ontem veio em forma de bê-a-bá:
Nunca menospreze o adversário- mesmo que ele não vá brigar, não brigue e nunca tenha brigado por nada na vida. Superioridade tem que ser provada com humildade, jogo a jogo.

Seis pontos do líder, faltando 23 rodadas? Para mim empate técnico!

7 comentários:

  1. como vc foi infeliz em suas declarações!!! o Botafogo não fez 6, 7 ou 8 ontem por pena de vcs, pois na intervalo da partida todos já sabiam que o placar era irreversível...e quanto a suas palavras mencionando que somos o time que não briga por nada, me diga qual foi a decisão em que o timinho de vcs derrotou o alvinegro da estrela solitária??? com certeza não irás lembrar, pois isso nunca aconteceu..

    nunca menosprezei o Vasco pois reconheço o tamanho da instituição que é, mas é por torcedores como vc, que ontem demos a resposta no campo de que se há alguém que pensa ser maior do que é, este são vcs...

    ResponderExcluir
  2. Se a gente nunca ganhou de voces em uma decisao, po cara, parabens !
    E o que voces venceram !? odvan tem mais titulo que voces !


    Agora falando sobre o texto !
    Duas liçoes Almirante, ser humilde e BANIR o Marcio Careca do esporte !

    ResponderExcluir
  3. desculpe se somos até hoje o clube que mais cedeu jogadores pra seleção brasileia em copas do mundo!!! desculpe se nossos ídolos foram protagonistas dos 3 primeiros títulos mundiais do Brasil!!! e o ídolo de vcs, o que fez?? putz, que pena, ele nunca teve a capacidade de dar um título a nação...

    e outra, time de verdade não precisa de apelido de meia tigela pra intimidar adversário, time como BOTAFOGO se impõe em campo com o prórpio nome...enquanto vcs pra responder a mulambada inventaram esse tal de trem bala da colina, que ontem tava mais pra maria fumaça...

    ResponderExcluir
  4. Vai me perdoar, mas falar que o Botafogo não briga por nada e nem nunca brigou, é, no primeiro dos casos, verdade, e, no segundo, licensa poética.Não vou remeter-me a um passado imemorial,no qual o botafogo cedia jogadores em profusão para seleção. Não sei você, mas prefiro meu time ganhando que a seleção. Mil vezes.

    Um time que disputa todas as edições do carioca desde a primeira edição e tem menos títulos que o meu, é dose. Por onde se analisa, vê-se de forma irrefutável a superioridade.

    ResponderExcluir
  5. Pow, o cara vem num blog vascaíno pra discutir? Tá de sacanagem...

    Acho q se torna inútil a discussão quando no primeiro argumento falamos sobre nossos títulos e o cara responde em como a seleção conseguiu títulos com os jogadores deles enquanto eles mesmos não conseguiram nada até hj com os mesmos jogadores... Irônico, não?

    Outra coisa, se te interessar conhecer um pouco mais sobre o vasco e não fazer pepel de bobo novamente quando for falar do trem bala da colina. O nome do trem bala é relembrando o Expresso da Vitória da década de 40... E sempre remetemos a este apelido como o expressinho pros reservas...

    ResponderExcluir
  6. Agora, quanto ao jogo e ao texto, mais uma vez parabéns, ótimo texto.

    Concordo plenamente quanto ao péssimo desempenho do Careca nas últimas partidas e que o vasco não entrou com a seriedade e comprometimento que deve ter em todas as partidas, mas o que mais me tira do sério é o Ricardo Gomes. Acredito que ele está bazendo um bom trabalho, mas a impressão que sempre tenho é que ele não consegue tirar o máximo que o time poderia dar. Fora que ele não sabe mexer, não consegue analisar o jogo em andamento. Temos que torcer pra ele montar o time certo, pq se depender de alguma substituição estamos perdidos, como ele provou ao retirar o Éder para colocar o Julinho! Devia ter colocado o Julinho no lugar do Careca! Aliás, o Careca já podia ter encerrado a carreira...

    Quanto ao lance do Diego, tb concordo que o que houve foi pq foi com o Diego, o triste é ter que aceitar punições como essa e a expulsão do Carlos Alberto contra o flamengo pelo mesmo motivo a alguns anos e ver o mesmo lance outro momento contra o Vasco q não será sinalizado nem com amarelo =S. Pior é ver a súmula depois e ler que o Diego tomou o segundo por ter dito que o Juiz estava querendo aparecer! A mais pura verdade! Minha mãe sempre me ensinou que não devemos ser punidos por falar a verdade, acho q isso não se aplica ao futebol... ¬¬

    Só sei que esse Marcelo de Lima Henrique entrou pra minha lista de árbitros que se eu encontrar na rua dou madeirada! Ele e o Gaciba... ¬¬

    Parabéns pelo blog meu camarada!

    ResponderExcluir
  7. Adoro vir a esse blog, depois de cada partida do Nosso Vasco...

    E ao amigo botafoguense aí, mania de grandeza vocês tem, ein..
    Não ganhamos de vocês em final, certo ? Ainda bem que nunca enfrentamos vocês em decisões de expressão, não é mesmoo ?
    Por que pra que se preocupar com estaduais quando se conquista o Brasil, a América e o mundo, mais de uma vez ?!

    Mas gosto do Botafogo, aliás, minha família é dividida entre Vascaínos e Botafoguenses, logo, os respeito...

    Mas quanto a você dizer que imitamos a mulambada com o Trem Bala da Colina, quanta ignorancia, deveria saber que tudo surgiu com o Expresso da Vitória, há alguns anos atrás...

    Saudações Vascaínas /+/

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas