quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A prioridade é o jogo seguinte


O Vasco inicia nesta quinta-feira a saga em busca de mais um título internacional.

Um teste de grande importância para quem disputará a Libertadores, em 2012, com a obrigação de fazer uma campanha que calce os mesmos números da nossa esperança.

Após quebrar o jejum de dez anos sem títulos nacionais, o apetite se volta ao segundo título mais importante do continente.

Penso que a prioridade do Vasco no momento seja vencer sempre o próximo jogo. Conforme o desenrolar da temporada, admite-se até que o Campeonato Brasileiro e a Sul-Americana se postem em patamares diferentes. Até lá, como grande que somos, temos que brigar nas duas frentes.

A meta nesta quinta é conseguir um bom placar diante do Palmeiras e ir a São Paulo com a vantagem. No domingo, é vencer o Palmeiras e não deixar os líderes se afastarem.

O jogo de amanhã oferece boas oportunidades a certos jogadores do elenco.

Renato Silva faz sua estréia com a missão de provar que, se não está à altura inalcançável de Dedé, pelo menos é capaz de suprir dignamente a ausência. Confesso que preciso vê-lo para julgar. Apenas sei que é um zagueiro com rodagem por clubes grandes e que tem, indispensavelmente, Bob Marley na “playlist”.

Julinho ganha chance na lateral, mesmo que Ricardo Gomes não se convença que ele seja do ramo. Ao menos parece que nosso treinador chegou à conclusão óbvia de que persistir com Márcio Careca é dar razão aos que o criticam pela teimosia.

Elevado ao nível de xodó, Bernardo volta ao time após três rodadas. Substituirá Eder Luiz, embora suas características não sejam as mesmas. Terá mais uma chance de provar que pode ser titular do time, algo que não conseguiu nenhuma vez quando escalado entre os 11 iniciais. Perdemos em velocidade e “poder de chateação” pelo lado direito, mas ganhamos em finalização e raciocínio.

Se estes terão chance, nenhuma será maior do que a do artilheiro Élton, um caso curiosíssimo. Não foram poucas as vezes que vi nosso centro-avante ser achincalhado pela torcida em São Januário. Gritos, ofensas, xingamentos diversos e a velha “ Não tem condições de vestir a camisa do Vasco” foram proferidos ferinamente pela torcida em sua direção.

Mas o tempo passa e, as terríveis atuações de Alecsandro, fizeram de Élton uma espécie de salvador. Argumentos para atacar Alecsandro, convenhamos, o próprio nos deu. Não domina direito uma bola, perde gols, erra passes.... mas, peraí, isso é o rascunho do Élton!

Que venham pedras, mas eu vejo o Alecsandro como mais jogador que Élton, apesar de considerá-los bem próximos. Entendo também que futebol é momento e, se o do Alecsandro é flagrantemente terrível, nada mais justo do que o nosso artilheiro da Série B ter sua oportunidade.

Sem saber como encerrar esse texto, termino dizendo que fazia tempo que não ficava tão feliz com o futebol e com o Vasco como estou ultimamente. Em que pese as pequenas discordâncias, uma ou outra corneta, o quadro geral da torcida é de satisfação.

O Vasco finalmente voltou a ser respeitado e levado a sério nas disputas que participa. E mais que isso, voltou a ter a confiança da própria torcida que, sem constrangimento, aponta o time como favorito em qualquer competição.

Vencer títulos daqui para frente será apenas conseqüência.

4 comentários:

  1. Quem sabe o banco não faz bem ao Alecsandro como fez ao DS? Todo mundo sabe que ele tem muito mais futebol do que ele vem apresentando, mas, se ele não acorda fica difícil. Já imaginou que perrengue a liberta com ele assim? SV

    ResponderExcluir
  2. Concordo contigo, Alecsandro é mais jogador que o fraco Élton.

    Na minha opinião muuuuito melhor. Matador de time grande e campeão por onde passou. Enquanto que o outro não passa de no máximo um razoável atacante de segunda divisão.

    ResponderExcluir
  3. FJV 9 FAMÍLIA! Élton merece uma chance de ser titular! Aê dá uma moral aê me segue lá no ESporte em Ação fazendo favor....

    ResponderExcluir
  4. Sim, Alecsandro tem nome, já foi Artilheiro, e enfim, porém isso não nos dá 3 pontos a cada rodada do campeonato brasileiro...
    O que ele fez nos outros times, pra mim, pouco importa! Ele pode ser melhor, tecnicamente que o Elton, mas quem marca, sempre que entra é o artilheiro da série B.
    Não torço pela saída do Alecsandro, mas pelo menos, por um banquinho pra ver se ele volta a fazer gol, como é esperado !
    Por enquanto, Elton como titular...

    Saudações Vascaínas /+/

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para expressar sua opinião sendo Vascaíno ou não.

Saudações Cruzmaltinas